CURSOS E EVENTOS DO CRC-SE

Legenda:

  Cursos a realizar

  Cursos já realizados

11/12/2017 a 12/12/2017 - Curso - IFRS para pequenas e médias empresas

 

 

 

28/11/2017 - Curso - ICMS ST

 

 

 

17/11/2017 - Curso: A gestão estratégica de estoques e o Bloco K

 

 

 

 

* Conteúdo programático;

 

  •  As origens da fiscalização digital
  •  Estratégias de Controles de Estoques 
  •  Andamento das Políticas de Auditoria Fiscais sobre estoques 
  •  Processos de coleta e estrutura de busca de dados e informações fiscais
  •  Características fiscais
  •  Cruzamentos fiscais efetuados
  •  Riscos e oportunidades 
  •  Informações exigidas 
  •  Principais erros cometidos
  •  Os segredos para a correta implantação de uma govenança tributária 
  •  Cuidados operacionais para seguimentos específicos

 

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

10/11/2017 - Cine Contábil - A Imagem do Profissional da Contabilidade

 

 

 

10/11/2017 - II Jornada Sergipana Contábil e Fiscal - Itabaiana

 

 

 

 

 

 

08/11/2017 - Curso - Reforma Trabalhista - Lagarto

 

 

 

 

 

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
1. Considerações iniciais:

- Legislação aplicada
- Reforma trabalhista: precarização ou modernização das relações de trabalho?
- Por que a reforma trabalhista é necessária?
- Há pontos positivos e negativos na reforma trabalhista?
- Como a reforma trabalhista pretende acabar com a indústria da ação trabalhista.
- Microempresa - situação especial.

2. Impactos da reforma trabalhista no eSocial.
3. Amplitude da negociação coletiva:
- Prevalência do negociado sobre o legislado. 
- Prevalência do acordo coletivo sobre a convenção coletiva
- Tudo o que estiver na CLT poderá ser alvo de negociação com Sindicato?

4. Contribuição sindical - Desconto facultativo.
5. Regulamentação trabalhista: lei da terceirização e "pejotização."

6. Novos tipos de jornada de trabalho:

- Teletrabalho (home office / trabalho remoto)
- Trabalho intermitente.

7. Mudanças nas jornadas já existentes:

- Jornada a tempo parcial
- Jornada 12 x 36

8. Banco de horas - acordo individual e horas extras.

9. Horas In Itinere - Fim.

10. Intervalo para repouso ou alimentação - Alteração.

11. Gestante/ lactantes e ambiente insalubre.
- Descansos especiais para a mulher amamentar o próprio filho.

12. Padrão de vestimenta no meio ambiente laboral.

13. Sucessão trabalhista.

14. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

15. Exclusão da natureza salarial de verbas trabalhistas.

16. Incorporação de gratificação de função - Alteração.

17. Férias - fracionamento.

18. Equiparação salarial - Alteração.

19. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

20. Dano moral. Dano extrapatrimonial, com critérios de fixação e valores.

21. Rescisão do contrato de trabalho - Novas regras.

- Extinção do contrato de trabalho por acordo entre empregado e empregador - Demissão por "acordo."
- Dispensa por justa causa (CLT, art. 482 - alteração).
- Dispensa coletiva (demissão em massa).
- Homologação de rescisão contratual - Fim.
-Termo de quitação anual.
- Novo prazo de pagamento das verbas rescisórias.

22. Penalidades

- Empregado não registrado - multas.

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

07/11/2017 - Curso - Reforma Trabalhista - Estância

 

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
1. Considerações iniciais:

- Legislação aplicada
- Reforma trabalhista: precarização ou modernização das relações de trabalho?
- Por que a reforma trabalhista é necessária?
- Há pontos positivos e negativos na reforma trabalhista?
- Como a reforma trabalhista pretende acabar com a indústria da ação trabalhista.
- Microempresa - situação especial.

2. Impactos da reforma trabalhista no eSocial.
3. Amplitude da negociação coletiva:
- Prevalência do negociado sobre o legislado. 
- Prevalência do acordo coletivo sobre a convenção coletiva
- Tudo o que estiver na CLT poderá ser alvo de negociação com Sindicato?

4. Contribuição sindical - Desconto facultativo.
5. Regulamentação trabalhista: lei da terceirização e "pejotização."

6. Novos tipos de jornada de trabalho:

- Teletrabalho (home office / trabalho remoto)
- Trabalho intermitente.

7. Mudanças nas jornadas já existentes:

- Jornada a tempo parcial
- Jornada 12 x 36

8. Banco de horas - acordo individual e horas extras.

9. Horas In Itinere - Fim.

10. Intervalo para repouso ou alimentação - Alteração.

11. Gestante/ lactantes e ambiente insalubre.
- Descansos especiais para a mulher amamentar o próprio filho.

12. Padrão de vestimenta no meio ambiente laboral.

13. Sucessão trabalhista.

14. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

15. Exclusão da natureza salarial de verbas trabalhistas.

16. Incorporação de gratificação de função - Alteração.

17. Férias - fracionamento.

18. Equiparação salarial - Alteração.

19. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

20. Dano moral. Dano extrapatrimonial, com critérios de fixação e valores.

21. Rescisão do contrato de trabalho - Novas regras.

- Extinção do contrato de trabalho por acordo entre empregado e empregador - Demissão por "acordo."
- Dispensa por justa causa (CLT, art. 482 - alteração).
- Dispensa coletiva (demissão em massa).
- Homologação de rescisão contratual - Fim.
-Termo de quitação anual.
- Novo prazo de pagamento das verbas rescisórias.

22. Penalidades

- Empregado não registrado - multas.

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

07/11/2017 - Minicurso Novas Regras do Simples Nacional 2018 - Capela

 

 

 

 

 

06/11/2017 - Curso - Reforma Trabalhista - Itabaiana

 

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
1. Considerações iniciais:

- Legislação aplicada
- Reforma trabalhista: precarização ou modernização das relações de trabalho?
- Por que a reforma trabalhista é necessária?
- Há pontos positivos e negativos na reforma trabalhista?
- Como a reforma trabalhista pretende acabar com a indústria da ação trabalhista.
- Microempresa - situação especial.

2. Impactos da reforma trabalhista no eSocial.
3. Amplitude da negociação coletiva:
- Prevalência do negociado sobre o legislado. 
- Prevalência do acordo coletivo sobre a convenção coletiva
- Tudo o que estiver na CLT poderá ser alvo de negociação com Sindicato?

4. Contribuição sindical - Desconto facultativo.
5. Regulamentação trabalhista: lei da terceirização e "pejotização."

6. Novos tipos de jornada de trabalho:

- Teletrabalho (home office / trabalho remoto)
- Trabalho intermitente.

7. Mudanças nas jornadas já existentes:

- Jornada a tempo parcial
- Jornada 12 x 36

8. Banco de horas - acordo individual e horas extras.

9. Horas In Itinere - Fim.

10. Intervalo para repouso ou alimentação - Alteração.

11. Gestante/ lactantes e ambiente insalubre.
- Descansos especiais para a mulher amamentar o próprio filho.

12. Padrão de vestimenta no meio ambiente laboral.

13. Sucessão trabalhista.

14. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

15. Exclusão da natureza salarial de verbas trabalhistas.

16. Incorporação de gratificação de função - Alteração.

17. Férias - fracionamento.

18. Equiparação salarial - Alteração.

19. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

20. Dano moral. Dano extrapatrimonial, com critérios de fixação e valores.

21. Rescisão do contrato de trabalho - Novas regras.

- Extinção do contrato de trabalho por acordo entre empregado e empregador - Demissão por "acordo."
- Dispensa por justa causa (CLT, art. 482 - alteração).
- Dispensa coletiva (demissão em massa).
- Homologação de rescisão contratual - Fim.
-Termo de quitação anual.
- Novo prazo de pagamento das verbas rescisórias.

22. Penalidades

- Empregado não registrado - multas.

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

03/11/2017 - Minicurso Novas Regras do Simples Nacional 2018 - Propriá

 

 

 

 

01/11/2017 - Minicurso Novas Regras do Simples Nacional 2018 - Aracaju

 

 

 

31/10/2017 - Minicurso Novas Regras do Simples Nacional 2018 - Lagarto

 

 

 

28/10/2017 - Sábados do Saber - CRCSE

 

 

 

 

20/10/2017 - Minicurso Novas Regras do Simples Nacional 2018 - Estância

 

 

 

19/10/2017 - Minicurso Novas Regras do Simples Nacional 2018 - Itabaiana

 

 

 

17/10/2017 - Curso sobre SPED EFD - Lagarto

 

 

Conteúdo Programático
➢ O que é SPED;
➢ Obrigatoriedade;
➢ CFOP;
➢ CST;
➢ Cadastro de produtos;
➢ Cadastro de item;
➢ Escrituração de notas de entrada e saída;
➢ Apuração de ICMS.

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

16/10/2017 - Curso PIS/COFINS

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Formas de apuração das contribuições
a. Regime cumulativo x regime não cumulativo - Vantagens e desvantagens
2. Receitas tributáveis - Definição fiscal e aspectos polêmicos (subvenção pública, créditos presumido, perdão de dívida, etc.)
3. Impactos da decisão do STF sobre a exclusão do ICMS da base de cálculo
4. Benefícios fiscais (alíquota zero, isenção, suspensão e não incidência)
5. Alcance da não cumulatividade - Visão constitucionalista e legalista
6. Gestão dos créditos - Riscos e Oportunidades
a. Bens para revenda
b. Insumos
c. Energia Elétrica
d. Aluguel
e. Arrendamento Mercantil (leasing)
f. Depreciação e amortização de bens do ativo imobilizado (Máquinas, edificações, intangíveis e outros)
g. Frete (compra, venda e transferência)
7. Créditos na atividade industrial, comercial e na prestação de serviços
8. Estratégias para aproveitamento de créditos
9. Incidência monofásica - Créditos possíveis e economia através de centro de distribuição
10. Impactos da Unificação do PIS e da COFINS

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

 

14/10/2017 - REFORMA TRABALHISTA E SEUS IMPACTOS NAS RELAÇÕES DE TRABALHO ENTRE EMPREGADO E EMPREGADOR - 2 Turma

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
1. Considerações iniciais:

- Legislação aplicada
- Reforma trabalhista: precarização ou modernização das relações de trabalho?
- Por que a reforma trabalhista é necessária?
- Há pontos positivos e negativos na reforma trabalhista?
- Como a reforma trabalhista pretende acabar com a indústria da ação trabalhista.
- Microempresa - situação especial.

2. Impactos da reforma trabalhista no eSocial.
3. Amplitude da negociação coletiva:
- Prevalência do negociado sobre o legislado.
- Prevalência do acordo coletivo sobre a convenção coletiva
- Tudo o que estiver na CLT poderá ser alvo de negociação com Sindicato?

4. Contribuição sindical - Desconto facultativo.
5. Regulamentação trabalhista: lei da terceirização e "pejotização."

6. Novos tipos de jornada de trabalho:

- Teletrabalho (home office / trabalho remoto)
- Trabalho intermitente.

7. Mudanças nas jornadas já existentes:

- Jornada a tempo parcial
- Jornada 12 x 36

8. Banco de horas - acordo individual e horas extras.

9. Horas In Itinere - Fim.

10. Intervalo para repouso ou alimentação - Alteração.

11. Gestante/ lactantes e ambiente insalubre.
- Descansos especiais para a mulher amamentar o próprio filho.

12. Padrão de vestimenta no meio ambiente laboral.

13. Sucessão trabalhista.

14. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

15. Exclusão da natureza salarial de verbas trabalhistas.

16. Incorporação de gratificação de função - Alteração.

17. Férias - fracionamento.

18. Equiparação salarial - Alteração.

19. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

20. Dano moral. Dano extrapatrimonial, com critérios de fixação e valores.

21. Rescisão do contrato de trabalho - Novas regras.

- Extinção do contrato de trabalho por acordo entre empregado e empregador - Demissão por "acordo."
- Dispensa por justa causa (CLT, art. 482 - alteração).
- Dispensa coletiva (demissão em massa).
- Homologação de rescisão contratual - Fim.
-Termo de quitação anual.
- Novo prazo de pagamento das verbas rescisórias.

22. Penalidades

- Empregado não registrado - multas.

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

13/10/2017 - REFORMA TRABALHISTA E SEUS IMPACTOS NAS RELAÇÕES DE TRABALHO ENTRE EMPREGADO E EMPREGADOR

 

- CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
1. Considerações iniciais:

- Legislação aplicada
- Reforma trabalhista: precarização ou modernização das relações de trabalho?
- Por que a reforma trabalhista é necessária?
- Há pontos positivos e negativos na reforma trabalhista?
- Como a reforma trabalhista pretende acabar com a indústria da ação trabalhista.
- Microempresa - situação especial.

2. Impactos da reforma trabalhista no eSocial.
3. Amplitude da negociação coletiva:
- Prevalência do negociado sobre o legislado.
- Prevalência do acordo coletivo sobre a convenção coletiva
- Tudo o que estiver na CLT poderá ser alvo de negociação com Sindicato?

4. Contribuição sindical - Desconto facultativo.
5. Regulamentação trabalhista: lei da terceirização e "pejotização."

6. Novos tipos de jornada de trabalho:

- Teletrabalho (home office / trabalho remoto)
- Trabalho intermitente.

7. Mudanças nas jornadas já existentes:

- Jornada a tempo parcial
- Jornada 12 x 36

8. Banco de horas - acordo individual e horas extras.

9. Horas In Itinere - Fim.

10. Intervalo para repouso ou alimentação - Alteração.

11. Gestante/ lactantes e ambiente insalubre.
- Descansos especiais para a mulher amamentar o próprio filho.

12. Padrão de vestimenta no meio ambiente laboral.

13. Sucessão trabalhista.

14. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

15. Exclusão da natureza salarial de verbas trabalhistas.

16. Incorporação de gratificação de função - Alteração.

17. Férias - fracionamento.

18. Equiparação salarial - Alteração.

19. Prestação de serviço autônomo - Não reconhecimento de vínculo.

20. Dano moral. Dano extrapatrimonial, com critérios de fixação e valores.

21. Rescisão do contrato de trabalho - Novas regras.

- Extinção do contrato de trabalho por acordo entre empregado e empregador - Demissão por "acordo."
- Dispensa por justa causa (CLT, art. 482 - alteração).
- Dispensa coletiva (demissão em massa).
- Homologação de rescisão contratual - Fim.
-Termo de quitação anual.
- Novo prazo de pagamento das verbas rescisórias.

22. Penalidades

- Empregado não registrado - multas.

 

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

22/09/2017 - Café Contábil - Homenagem ao dia do contador

 

 

 

21/09/2017 - Curso sobre SPED EFD - Itabaianinha

 

Conteúdo Programático
➢ O que é SPED;
➢ Obrigatoriedade;
➢ CFOP;
➢ CST;
➢ Cadastro de produtos;
➢ Cadastro de item;
➢ Escrituração de notas de entrada e saída;
➢ Apuração de ICMS.

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

19/09/2017 - Curso sobre SPED EFD - Propriá

 

 

Conteúdo Programático
➢ O que é SPED;
➢ Obrigatoriedade;
➢ CFOP;
➢ CST;
➢ Cadastro de produtos;
➢ Cadastro de item;
➢ Escrituração de notas de entrada e saída;
➢ Apuração de ICMS.

 

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

01/09/2017 - Seminários Regionais - Transparência e Controle Social

 

 

 

 

 

24/08/2017 - Campanha de doação de sangue dos profissionais da contabilidade 2017

 

22/08/2017 - Curso sobre Planejamento Tributário de ICMS (Segunda turma) - Termo de acordo de comércio atacadista Produto em geral

 

 

 

19/08/2017 - I Encontro Sergipano de Jovens Lideranças Contábeis

 

 

 

17/08/2017 - 1°EFD - REINF 2°Impactos do E-SOCIAL nas empresas: Pontos de atenção e caminho das pedras - ARACAJU

 

Local do curso - Auditório do SEBRAE Endereço: Av. Pres. Tancredo Neves, 5500 - América, Aracaju - SE,

 

 

16/08/2017 - 1°EFD - REINF 2°Impactos do E-SOCIAL nas empresas: Pontos de atenção e caminho das pedras - ITABAIANA

 

 

 

15/08/2017 - 1°EFD - REINF 2°Impactos do E-SOCIAL nas empresas: Pontos de atenção e caminho das pedras - LAGARTO

 

 

 

11/08/2017 - Curso - Planejamento Tributário de ICMS: Termo de acordo medicamentos

 

 

 

11/08/2017 - Workshop - Parcelamento Federal e Estadual - PERT - Parcelamento Sefaz/SE em Itabaiana

 

 

 

27/07/2017 - Curso - Web ISS versão 5.

 

 

 

26/07/2017 - Curso - Planejamento Tributário de ICMS: Termo de acordo de comércio atacadista produto em geral

 

Conteúdo Programático

ICMS E ICMS - ST
* Conceito
* Base legal
* Princípio da não cumulatividade
* Fato gerador;
* Base de cálculo;
* Alíquotas;
* vendas a consumidor final;
* Contribuinte Substituto e Substituído;
* Margem de Valor Agregado (MVA);
* Antecipação do ICMS;
* Hipóteses de caracterização de inaptidão do contribuinte * Diferencial de Alíquota.

REGIME ESPECIAL DE TRIBUTAÇÃO NAS OPERAÇÕES EFETUADAS POR CONTRIBUINTE QUE DESENVOLVE ATIVIDADE ECONÔMICA PRINCIPAL DE COMÉRCIO ATACADISTA.
* O que é comércio atacadista;
* Regime especial de tributação;
* Apuração de imposto;
* Vedação ao crédito;
* Vedação ao benefício;
* Substituição tributária;
* Requisitos para a concessão;
* Exclusão;
* Obrigações acessórias;

Observações:
1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.
2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra
3. O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

 

25/07/2017 - Curso CEST - Nova obrigação da SEFAZ

 

 

 

20/07/2017 - Workshop - Parcelamentos Federal e Estadual - PERT- Parcelamento da SEFAZ/SE

 

 

 

 

 

 

 

14/07/2017 - Curso - CEST nova obrigação da SEFAZ

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
- O que é imposto e sua finalidade
- Impostos de competência dos Entes da Federação
- ICMS - Conceito
- ICMS-ST - Conceito
- Nota Fiscal
- CEST: Composição

CEST x CST x CSOSN
- CONVÊNIO ICMS 92, DE 20 DE AGOSTO DE 2015;
- CONVÊNIO ICMS 52, DE 7 DE ABRIL DE 2017;
Observações:

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.
2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra
3. O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

05/06/2017 - Curso - Detalhando o SPED ECF - escrituração contábil fiscal

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

MÓDULO 01: Legislação Tributária x Normas Brasileiras de Contabilidade
- Modernização da Contabilidade Brasileira
- Projeto SPED
- Neutralidade Tributária: RTT e FCONT
- MP 627/13 e 12.973/14 - Rastreabilidade e Realização
- IN 1.420/2013 e IN 1.422/2013
- Obrigatoriedade e Penalidades
- ECD x FCONT x ECF

MÓDULO 02: Detalhando a ECF - Lucro Presumido (Caixa e Contábil)
- Bloco 0: Abertura, Identificação e Referências
- Bloco C: Informações Recuperadas da ECD
- Bloco E: Informações Recuperadas da ECF anterior
- Bloco J: Plano de Contas e Mapeamento
- Bloco K: Saldo das Contas Contábeis e Referenciais
- Bloco P: Lucro Presumido
- Bloco X: Informações Econômicas
- Bloco Y: Informações Gerais

MÓDULO 02: Detalhando a ECF - Lucro Real
- Bloco 0: Abertura, Identificação e Referências
- Bloco L: Lucro Real
- Bloco M: e-Lalur e e-Lacs
- Bloco N: Cálculo do IRPJ e da CSLL
- Bloco U: Imunes e Isentas
- Bloco X: Informações Econômicas
- Bloco Y: Informações Gerais
- Plano de Contas Referencial
- Resultado Societário x Resultado Fiscal

MÓDULO 02: Detalhando a ECF - Imunes e Isentas
- Bloco 0: Abertura, Identificação e Referências
- Bloco N: Cálculo do IRPJ e da CSLL
- Bloco U: Imunes e Isentas
- Bloco X: Informações Econômicas
- Bloco Y: Informações Gerais
- Plano de Contas Referencial
- Caso Prático

 

Observações:

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

3. O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

 

25/05/2017 a 27/05/2017 - Seminário Regional Interamericano de Contabilidade da AIC e I Convenção Sergipana de Contabilidade

 

 

 

 

26/05/2017 - Forró Contábil 2017

 

29/04/2017 - Caminhada Contábil 2017

 

04/04/2017 - Curso sobre Programa de Recuperação Tributária (PRV)

 

Conteúdo Programático

1. Informações Básicas;
2. Prazos de adesão
2.1 Desistência de litígios judiciais,
2.2 Desistência de litígios administrativos
2.3 Desistência de parcelamentos anteriores
3. Débitos abrangidos
4. Débitos não abrangidos
5. Modalidades
6. Utilização de créditos
6.1 Prejuízos Fiscais
6.2 Base Negativa da Contribuição Social
6.3 Outros créditos
7. Pagamento à vista e/ou Parcelamento
8. Consolidação
9. Exclusão do Programa


1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

 

30/03/2017 - Palestra sobre declaração do Imposto de Renda 2017

 

 

 

28/03/2017 - Palestra sobre declaração do Imposto de Renda 2017 em Propriá

 

 

 

25/03/2017 - 13° Fórum da Mulher Contabilista de Sergipe

 

 

 

16/03/2017 - Curso sobre ICMS - Substituição Tributária

Curso ICMS-ST
- O que é imposto e sua finalidade;
- Impostos de competência dos Entes da Federação;
- ICMS E ICMS-ST:
- Conceito;
- Base legal;
- Princípio da não cumulatividade;
- Fato gerador;
- Base de cálculo;
- Alíquotas;
- Vendas a consumidor final;
- Contribuinte Substituto e Substituído;
- Margem de Valor Agregado (MVA);
- Antecipação do ICMS;
- Hipóteses de caracterização de inaptidão do contribuinte e
- Diferencial de Alíquota.


OBSERVAÇÕES E DÚVIDAS FREQUENTES:

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

 

 

14/03/2017 - Curso sobre ICMS - Básico

 

 

ICMS BÁSICO
- O que é imposto e sua finalidade;
- Impostos de competência dos Entes da Federação;
- ICMS:
- Conceito;
- Contexto Histórico;
- Base legal;
- Princípio da não cumulatividade;
- Princípio da Seletividade;
- Crédito Fiscal - requisitos para creditamento;
- Hipótese de Incidência;
- Fato gerador;
- Base de cálculo;
- Base de cálculo reduzida;
- Alíquotas;
- Vendas a consumidor final;
- Margem de Valor Agregado (MVA);
- Antecipação do ICMS;
- Hipóteses de caracterização de inaptidão do contribuinte;
- Diferencial de Alíquota;
- Complementação de Alíquota;
- Suspensão: Remessa para conserto, Remessa para exposição e feira;
- Atividade Prática.

 

 


OBSERVAÇÕES E DÚVIDAS FREQUENTES:
1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

09/03/2017 - Curso Impairment

 

Conteúdo Programático:
Introdução - Definição - Quando deve ocorrer o Impairment - Alcance do Impairment - Aonde não se aplica o Impairment - Divulgações obrigatórias - Valor recuperável - Valor em uso - Valor residual - Redução do valor residual - Vida útil do bem - Valor presente - Valor justo - Quando não utilizar o valor justo - Riscos ao utilizar o valor justo - Desenho simplificado das bases de cálculos para o valor justo - Depreciação fiscal e valor depreciável - Métodos de depreciação - Mercado ativo - Técnicas de valorização - Inputs técnica de valorização - Roteiro para realizar o teste de Impairment - Definição das unidades geradoras de caixa - As normas técnicas vigentes e encerramento.

 

OBSERVAÇÕES E DÚVIDAS FREQUENTES:

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de 02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

 

 

23/02/2017 - Palestras Itabaianinha: Cruzamento das Informações RFB / Obrigatoriedade Escrituração Contábil
23/02/2017 - Palestras Umbaúba: Cruzamento de Informações RFB / Obrigatoriedade Escrituração Contábil
17/02/2017 a 18/02/2017 - Análise das demonstrações Contábeis

 

 

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
1 - INTRODUÇÃO
1.1. Objetivos da análise
1.2. Técnicas de análise
1.3. Cuidados para análise
2 - ESTRUTURA DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
2.1. Balanço Patrimonial
2.2. Demonstração do Resultado - DRE
2.3. Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados - DLPA
2.4. Demonstração dos Fluxos de Caixa - DFC
2.5. Notas Explicativas
3 - ANÁLISE VERTICAL
3.1. Definição
3.2. Análise Vertical - Balanço Patrimonial
3.3. Análise Vertical - Demonstração do Resultado
4 - ANÁLISE HORIZONTAL
4.1. Definição
4.2. Análise Horizontal - Balanço Patrimonial
4.3. Análise Horizontal - Demonstração do Resultado
5 - ANÁLISE POR INDICADORES
5.1. Índices de liquidez
5.2. Índices de endividamento
5.3. Índices de rentabilidade
6 - ANÁLISE POR CONJUNTO
6.1. Confrontos entre as Demonstrações Contábeis
6.2. Relatório de análise

 


OBSERVAÇÕES E DÚVIDAS FREQUENTES:
1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.
2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de:
02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra
OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

11/02/2017 - 2° Fórum Estadual de Perícia de Sergipe - Curso: Perícia em apuração de Haveres

 

 

 

10/02/2017 - 2° Fórum Estadual de Perícia de Sergipe - Palestra: Perícia em prestação de contas

 

 

 

09/02/2017 - Palestra Simples Nacional - Propriá

 

 

 

03/02/2017 - Curso DIRF - Aracaju

 

PROGRAMA DO CURSO DE DIRF 2017

 

OBJETIVO

Analisar, de forma prática e objetiva, as regras estabelecidas para a retenção de IRRF, PIS/Pasep, Cofins e CSLL na contratação de serviços de terceiros, o IRRF sobre o trabalho assalariado e não-assalariado, o correto preenchimento da DIRF, onde serão analisadas detalhadamente todas as pastas e fichas que compõem o programa fornecido pela Receita Federal do Brasil.

O curso será desenvolvido de forma prática com aplicação de exercícios e o preenchimento das respectivas fichas da DIRF.

Com base na Instrução Normativa da Receita Federal do Brasil nº 1.671/16, a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte - DIRF relativa ao ano-calendário de 2016 deverá ser entregue até o dia 15/02/2017.

Público-alvo

Empresas Privadas em Geral, Órgãos Públicos, Sociedades de Economia Mista e Entidades Imunes e Isentas: Contabilistas, encarregados e assistentes do departamento de pessoal, contábil e fiscal, financeiro, administrativo e demais profissionais envolvidos com a matéria.

I - Retenção do IR - Imposto de Renda na Fonte

ü Rendimentos do trabalho assalariado

ü Serviços tomados de pessoas físicas (autônomos)

ü Serviços tomados de pessoas jurídicas tais como: Serviços de limpeza, conservação, segurança, vigilância e locação de mão-de-obra, comissões, propaganda e publicidade, etc.

ü Pagamentos a cooperativas do trabalho

ü Os limites para a retenção do IRRF

ü Procedimentos para o recolhimento

ü Retenção das contribuições (PIS-Pasep/Cofins/CSLL)

ü Serviços sujeitos à retenção

ü Análise da lista dos serviços sujeitos à retenção

ü As empresas tomadoras dispensadas de realizar a retenção

ü As empresas prestadoras dispensadas de sofrer a retenção

ü Retenção efetuada por Órgãos Públicos Federais (Instrução Normartiva RFB nº 1.234/12

ü O percentual de retenção e os casos específicos para desdobramento das alíquotas

ü Os procedimentos a serem adotados pelo prestador na emissão da nota fiscal

ü Tratamento na compensação dos valores retidos

ü Prestadoras amparadas por medida judicial

ü O comprovante anual de retenção das contribuições

ü Os limites para retenção das contribuições sociais

II - Retenção das Contribuições Sociais Retidas na Fonte

ü Prestação de serviços sujeitos à retenção
ü Momento da retenção
ü Percentuais aplicáveis
ü Tratamento em relação a isenção de uma ou mais contribuições
ü Possibilidade de compensação de créditos do PIS e COFINS com outros tributos federais
III - Preenchimento da DIRF

ü Quem está obrigado a apresentar e quem está dispensado de apresentar

ü Prazo para a entrega

ü As penalidades pela não-entrega no prazo legal

ü Cuidados que devem ser tomados no preenchimento das fichas

ü Quais os rendimentos que devem ser informados na DIRF

ü Como informar as retenções do IRRF e as contribuições relativas à CSLL, PIS/Pasep e Cofins

ü Compensação por medida judicial

ü Preenchimento pelos órgãos, autarquias e Fundações da Administração Pública

ü Ficha beneficiários pessoas físicas e pessoas jurídicas

ü Declaração retificadora

ü Preenchimento com exemplo prático

IV - Cruzamento das informações

ü Cruzamento da DIRF com a DIPF

ü Cruzamento da DIRF com a ECF

ü Cruzamento da DIRF com o EDF-CONTRIBUIÇÕES

ü Cruzamento da DIRF com a DCTF

ü Cruzamento da DIRF com a DMED

 

OBSERVAÇÕES E DÚVIDAS FREQUENTES:
1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.
2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de:
02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra
ü OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

 

02/02/2017 - Curso DIRF - Itabaiana

 

PROGRAMA DO CURSO DE DIRF 2017

OBJETIVO

Analisar, de forma prática e objetiva, as regras estabelecidas para a retenção de IRRF, PIS/Pasep, Cofins e CSLL na contratação de serviços de terceiros, o IRRF sobre o trabalho assalariado e não-assalariado, o correto preenchimento da DIRF, onde serão analisadas detalhadamente todas as pastas e fichas que compõem o programa fornecido pela Receita Federal do Brasil.

O curso será desenvolvido de forma prática com aplicação de exercícios e o preenchimento das respectivas fichas da DIRF.

Com base na Instrução Normativa da Receita Federal do Brasil nº 1.671/16, a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte - DIRF relativa ao ano-calendário de 2016 deverá ser entregue até o dia 15/02/2017.

Público-alvo

Empresas Privadas em Geral, Órgãos Públicos, Sociedades de Economia Mista e Entidades Imunes e Isentas: Contabilistas, encarregados e assistentes do departamento de pessoal, contábil e fiscal, financeiro, administrativo e demais profissionais envolvidos com a matéria.

I - Retenção do IR - Imposto de Renda na Fonte

ü Rendimentos do trabalho assalariado

ü Serviços tomados de pessoas físicas (autônomos)

ü Serviços tomados de pessoas jurídicas tais como: Serviços de limpeza, conservação, segurança, vigilância e locação de mão-de-obra, comissões, propaganda e publicidade, etc.

ü Pagamentos a cooperativas do trabalho

ü Os limites para a retenção do IRRF

ü Procedimentos para o recolhimento

ü Retenção das contribuições (PIS-Pasep/Cofins/CSLL)

ü Serviços sujeitos à retenção

ü Análise da lista dos serviços sujeitos à retenção

ü As empresas tomadoras dispensadas de realizar a retenção

ü As empresas prestadoras dispensadas de sofrer a retenção

ü Retenção efetuada por Órgãos Públicos Federais (Instrução Normartiva RFB nº 1.234/12

ü O percentual de retenção e os casos específicos para desdobramento das alíquotas

ü Os procedimentos a serem adotados pelo prestador na emissão da nota fiscal

ü Tratamento na compensação dos valores retidos

ü Prestadoras amparadas por medida judicial

ü O comprovante anual de retenção das contribuições

ü Os limites para retenção das contribuições sociais

II - Retenção das Contribuições Sociais Retidas na Fonte

ü Prestação de serviços sujeitos à retenção
ü Momento da retenção
ü Percentuais aplicáveis
ü Tratamento em relação a isenção de uma ou mais contribuições
ü Possibilidade de compensação de créditos do PIS e COFINS com outros tributos federais
III - Preenchimento da DIRF

ü Quem está obrigado a apresentar e quem está dispensado de apresentar

ü Prazo para a entrega

ü As penalidades pela não-entrega no prazo legal

ü Cuidados que devem ser tomados no preenchimento das fichas

ü Quais os rendimentos que devem ser informados na DIRF

ü Como informar as retenções do IRRF e as contribuições relativas à CSLL, PIS/Pasep e Cofins

ü Compensação por medida judicial

ü Preenchimento pelos órgãos, autarquias e Fundações da Administração Pública

ü Ficha beneficiários pessoas físicas e pessoas jurídicas

ü Declaração retificadora

ü Preenchimento com exemplo prático

IV - Cruzamento das informações

ü Cruzamento da DIRF com a DIPF

ü Cruzamento da DIRF com a ECF

ü Cruzamento da DIRF com o EDF-CONTRIBUIÇÕES

ü Cruzamento da DIRF com a DCTF

ü Cruzamento da DIRF com a DMED

 

 

OBSERVAÇÕES E DÚVIDAS FREQUENTES:
1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.
2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de:
02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra
ü OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

 

02/02/2017 - Curso DIRF - Lagarto

 

ROGRAMA DO CURSO DE DIRF 2017

Ano calendário 2016

OBJETIVO

Analisar, de forma prática e objetiva, as regras estabelecidas para a retenção de IRRF, PIS/Pasep, Cofins e CSLL na contratação de serviços de terceiros, o IRRF sobre o trabalho assalariado e não-assalariado, o correto preenchimento da DIRF, onde serão analisadas detalhadamente todas as pastas e fichas que compõem o programa fornecido pela Receita Federal do Brasil.

O curso será desenvolvido de forma prática com aplicação de exercícios e o preenchimento das respectivas fichas da DIRF.

Com base na Instrução Normativa da Receita Federal do Brasil nº 1.671/16, a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte – DIRF relativa ao ano-calendário de 2016 deverá ser entregue até o dia 15/02/2017.

Público-alvo

Empresas Privadas em Geral, Órgãos Públicos, Sociedades de Economia Mista e Entidades Imunes e Isentas: Contabilistas, encarregados e assistentes do departamento de pessoal, contábil e fiscal, financeiro, administrativo e demais profissionais envolvidos com a matéria.

I - Retenção do IR - Imposto de Renda na Fonte

ü  Rendimentos do trabalho assalariado

ü  Serviços tomados de pessoas físicas (autônomos)

ü  Serviços tomados de pessoas jurídicas tais como: Serviços de limpeza, conservação, segurança, vigilância e locação de mão-de-obra, comissões, propaganda e publicidade, etc.

ü  Pagamentos a cooperativas do trabalho

ü  Os limites para a retenção do IRRF

ü  Procedimentos para o recolhimento

ü  Retenção das contribuições (PIS-Pasep/Cofins/CSLL)

ü  Serviços sujeitos à retenção

ü  Análise da lista dos serviços sujeitos à retenção

ü  As empresas tomadoras dispensadas de realizar a retenção

ü  As empresas prestadoras dispensadas de sofrer a retenção

ü  Retenção efetuada por Órgãos Públicos Federais (Instrução Normartiva RFB nº 1.234/12

ü  O percentual de retenção e os casos específicos para desdobramento das alíquotas

ü  Os procedimentos a serem adotados pelo prestador na emissão da nota fiscal

ü  Tratamento na compensação dos valores retidos

ü  Prestadoras amparadas por medida judicial

ü  O comprovante anual de retenção das contribuições

ü  Os limites para retenção das contribuições sociais

II - Retenção das Contribuições Sociais Retidas na Fonte

ü  Prestação de serviços sujeitos à retenção

ü  Momento da retenção

ü  Percentuais aplicáveis

ü  Tratamento em relação a isenção de uma ou mais contribuições

ü  Possibilidade de compensação de créditos do PIS e COFINS com outros tributos federais

III - Preenchimento da DIRF

ü  Quem está obrigado a apresentar e quem está dispensado de apresentar

ü  Prazo para a entrega

ü  As penalidades pela não-entrega no prazo legal

ü  Cuidados que devem ser tomados no preenchimento das fichas

ü  Quais os rendimentos que devem ser informados na DIRF

ü  Como informar as retenções do IRRF e as contribuições relativas à CSLL, PIS/Pasep e Cofins

ü  Compensação por medida judicial

ü  Preenchimento pelos órgãos, autarquias e Fundações da Administração Pública

ü  Ficha beneficiários pessoas físicas e pessoas jurídicas

ü  Declaração retificadora

ü  Preenchimento com exemplo prático

IV - Cruzamento das informações

ü  Cruzamento da DIRF com a DIPF

ü  Cruzamento da DIRF com a ECF

ü  Cruzamento da DIRF com o EDF-CONTRIBUIÇÕES

ü  Cruzamento da DIRF com a DCTF

ü  Cruzamento da DIRF com a DMED

OBSERVAÇÕES E DÚVIDAS FREQUENTES:

1. APOSTILA: Deverá ser emitida on-line e impressa pelo próprio inscrito-pagante. Está disponível no site 48 horas antes da data da realização do evento e também será enviada via e-mail a todos os inscritos-pagantes, 24 horas antes.

2. CERTIFICADO: É emitido on-line pelo próprio participante, a partir de:

02 dias úteis após a data da realização/término do curso ou palestra

ü  OBS.: O Certificado ficará disponível durante o prazo de 15 dias

 

01/02/2017 - Palestra Simples Nacional - Nossa Senhora da Glória

 

 

 

18/01/2017 - Palestra Simples Nacional - Lagarto

 

 

 

18/01/2017 - Palestra Simples Nacional - Estância

 

 

 

09/12/2016 - Palestra: novas regras do Simples Nacional e renegociação de dívidas em Itabaiana

 

 

01/12/2016 - Palestra: novas regras do Simples Nacional e renegociação de dívidas

 

 

 

13/10/2016 a 14/10/2016 - III Seminário sobre SPED e Contabilidade

 

 

 

 

 

 

 

29/09/2016 - 2º Fórum sobre o Terceiro Setor

 

21/09/2016 - Curso ICMS - Substituição Tributária em Itabaiana

 

 

 

19/09/2016 - Curso DesTDA e Tributação no Simples Nacional – Nossa Senhora da Glória

 

 

 

08/09/2016 - Curso DesTDA e Tributação no Simples Nacional – Propriá

 

 

 

01/09/2016 - Curso DesTDA e Tributação no Simples Nacional – Lagarto

 

 

 

29/08/2016 - Curso DesTDA e Tributação no Simples Nacional – Estância

 

 

 

24/08/2016 - Curso sobre Auditoria trabalhista na administração de pessoal- foco no eSocial

 

PROGRAMA DO CURSO:
1. Noções Gerais sobre Auditoria
1.1 Conceito
1.2 Atores da Auditoria
1.1.2 Auditor / Auditor Líder
1.1.3 Equipe de auditoria
1.1.4 Auditado
1.1.5 Cliente
1.3 Objetivos e sua importância
1.4 Atividades do auditor, auditado e do cliente
1.5 Auditoria x Corrupção
1.6 Classificação:
1.6.1 Auditoria interna ou de 1ª parte
1.6.2 Auditoria externa/ independente ou de 2ª e de 3ª parte
2. Legislação Trabalhista Brasileira
2.1 Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)
2.2. Constituição Federal
2.3 Convenções e Acordos Coletivos de Trabalho
2.4 Legislações específicas e outras normas que regulam as relações de trabalho
3. Auditoria Trabalhista
3.1 Conceito e como pode ser aplicada essa ferramenta na prevenção de irregularidades, custos, fraudes e geração de passivo trabalhista
3.2 Objetivos
4. Ações a serem executadas
4.1 Planejamento
4.2 Elaboração de check-list de trabalho
4.3 Preparo para coleta de dados
4.4 Comunicação prévia à área a ser auditada
4.5 Definição da documentação e procedimentos a serem verificados

5 Técnicas de Auditoria
5.1 Avaliação do sistema de controles internos da área trabalhista
5.2 Aplicação de questionários e/ou entrevistas para levantamento e avaliação de dados e informações
5.3 Elaboração de papéis de trabalho, registros e provas de auditoria
6. Benefícios de Auditoria de Pessoal
7. Informações Trabalhista Legais
8. Roteiro para a Análise do Auditor
9. Legislação - Comentários - Check list
1. Admissão de Empregados
1.1. Legislação e comentários
1.3. Check List

2. Constituição da Empresa
2.2. Comentários
2.3. Check List

3. Auditoria em Folha de Pagamento
3.1. Legislação e comentários
3.3. Check List

4. Contrato de Trabalho
4.1. Legislação e comentários
4.3. Check List

5. Jornada de Trabalho
5.1. Legislação e comentários
5.3. Check List

6. Auditoria em Férias
6.1. Legislação e comentários
6.2. Check List

7. Décimo Terceiro Salário
7.1. Legislação e comentários
7.2. Check List

8. Segurança e Medicina do Trabalho
8.1. Legislação e comentários
8.3. Check List

9. Rescisões de Contrato de Trabalho
9.1. Legislação e comentários
9.2. Check List

10. Análise de Passivo Trabalhista
10.1 Reclamações trabalhistas
10.2 Autuações administrativas
11 O Relatório de auditoria
11.1 Como apresentar e implementar relatórios com sucesso
12. Recomendações Gerais.

23/08/2016 - Curso sobre Alterações na Legislação Trabalhista e Previdenciária

 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
Legislação trabalhista
1. Empregador e trabalhadores

- Empregador
- Empregado
- Trabalhador autônomo
- Trabalhador menor
- Trabalhador aprendiz
- Estagiário


2. Procedimentos admissionais
- Integração do funcionário (Regulamento interno da empresa)
- Documentos necessários e facultativos
- Admissão de deficientes
- Registro de empregado
- Anotações na CTPS

3. Contrato de trabalho - correta elaboração
- Contrato por prazo determinado e indeterminado
- Estabilidade nos contratos por prazo determinado - Alterações na Jurisprudência do TST
- Suspensão e Interrupção do Contrato de Trabalho
• Afastamento por serviço militar
• Férias
Licença remunerada e não remunerada
• Licença paternidade
• Licença maternidade
• Empregado preso
• Aposentadoria por invalidez - efeitos no contrato de trabalho

 

 

 

 

22/08/2016 - Curso - Como implantar o eSocial nas empresas


- CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
1. Conceito.
2. Objetivos.
3. Legislação.
4. Quem esta obrigado ao eSocial?
5. Órgãos participantes.
6. Cronograma oficial de implantação do eSocial de acordo com a Resolução do Comitê Diretor nº 1/2015.
7. O desafio do eSocial para organizações contábeis.
8. Penalidades e Fiscalização
- O eSocial traz novas penalidades?
9. Como Implantar o eSocial?
- Etapas da Implantação:
• Diagnóstico e Mapeamento: auditoria trabalhista e previdenciária
• Criação do Comitê Interno do eSocial
• Definição do plano de ação para implementação do eSocial na empresa

10. O que muda com o eSocial
- Obrigações acessórias substituídas
- eSocial x Reclamatórias Trabalhistas

11. Arquivos e Documentação Técnica.

12. Identificadores no eSocial:

- Empregador/Contribuinte
- Trabalhador
- Qualificação Cadastral.

13. Integração entre os departamentos da empresa para à geração das informações do eSocial (DP/RH, Jurídico, Contábil, Financeiro, TI, SST, entre outros).

14. eSocial e o empregado doméstico
- Módulo empregador doméstico
- Novos direitos dos empregados domésticos (LC 150/2015)
- Recolhimento unificado dos tributos e do FGTS: Simples Doméstico.

15. EFD-Reinf (Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída).
- Qual a sua relação com o eSocial?

16. DCTF-WEB - Nova declaração que substituirá o programa GFIP e consolidará os recolhimentos da empresa.

17. Transmissão de Arquivos
- Primeiro Envio
- Atualizações Diárias
- Informações Mensais

18. Envio dos Arquivos
- Haverá um "Programa eSocial"?
- Quem pode enviar arquivos?

19. Processos críticos para gestão do eSocial
- Carga Inicial das Informações (Qualificação cadastral - cruzamento PIS/data de nascimento/nome/CPF);
- Admissão de Empregados - Prazo para o envio do arquivo de admissão ao eSocial - Admissão preliminar (novo arquivo criado na versão 2.0);
- Gestão de Afastamentos - Quais os afastamentos serão informados obrigatoriamente no eSocial?;
- Gestão de Segurança e Medicina do Trabalho - ASO - Quais os tipos de exames serão informados? - Agentes nocivos e PPP digital;
- Trabalhadores autônomos, estagiários e demais contribuintes individuais, é obrigatório informar no eSocial?

20. Pontos de atenção do eSocial e recomendações gerais.

 

16/08/2016 - Campanha de doação de sangue dos profissionais de Contabilidade 2016

 

 

 

16/08/2016 - Orientações Técnicas para Prestação de Contas nas eleições 2016

 

 

 

15/08/2016 - Curso DeSTDA - Em Itabaiana

 

 

 

12/08/2016 - Curso DeSTDA

 

 

 

11/08/2016 - Curso DeSTDA

 

 

 

22/06/2016 a 05/08/2016 - Exposição: Contabilidade um balanço da história

 

 

 

28/07/2016 - Oficina: O contador na Campanha Eleitoral

 

 

 

15/07/2016 - Curso ECF 2016

 

 

 

01/07/2016 - 1ª Jornada Sergipana Contábil e Fiscal

 

 

 

22/06/2016 - Lançamento - Museu Itinerante da Contabilidade

 

17/06/2016 - Forró Contábil 2016

 

 

 

16/06/2016 a 17/06/2016 - Curso ITG 1000 na prática

 


O CURSO ACONTECERÁ NO HOTEL PARQUE DAS ÁGUAS

 

Conteúdo Programático

1. PLANO DE CONTAS
1.1 Estrutura
1.2 Grupos de Contas
1.3 Modelos

2. ESCRITURAÇÃO
2.1 Partida
2.2 Tópicos da ITG 1.000 e 2.000

3. PRÁTICA DE ESCRITURAÇÃO
3.1 Escrituração da subscrição/integralização de capital
3.2 Escrituração das operações fiscais
3.2.1 serviços tomados e aquisições de mercadorias
3.2.2 retenções tributárias
3.2.3 receitas com revendas de mercadorias
3.2.4 receitas com prestações de serviços
3.2.5 apuração do Simples Nacional
3.3 Escrituração das transações relativas às imobilizações
3.4 Escrituração do disponível
3.4.1 caixa e bancos
3.4.2 aplicações financeiras
3.5 Escrituração das transações na área de Departamento Pessoal
3.5.1 provisões de natureza trabalhistas
3.5.2 folha de pagamento e encargos sociais
3.5.3 férias
3.5.4 décimo terceiro
3.5.5 pró-labore
3.5.6 recibo de pagamento a autônomo
3.6 Escrituração das despesas gerais
3.7 Escrituração do custo das vendas
3.8 Escrituração do encerramento do exercício social
3.9 Escrituração da destinação do resultado

4. DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
4.1 Balancete de Verificação
4.2 Demonstração do Resultado do Exercício
4.3 Demonstração das Mutações do Patrimônio Liquido
4.4 Balanço Patrimonial

5. Livros de Escrituração
5.1 Classificação
5.2 Formalidades



 

07/06/2016 - Reunião do Projeto Ong Transparente

 

 

 

01/06/2016 - Trezena de Santo Antônio - Homenagem aos contadores - Itabaiana

A paróquia de Santo Antônio e Almas de Itabaiana está homenageando os contadores da cidade em uma noite da trezena de santo Antônio.
Local: Itabaiana
Data: 1 de junho de 2016
Horário: 19h30

12/05/2016 - Curso sobre retenções na fonte





Conteúdo Programático

NORMAS GERAIS DE TRIBUTAÇÃO
IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE (IRRF) PESSOAS JURÍDICAS EM GERAL

1. Serviços Prestados por Pessoas Jurídicas a outras Pessoas Jurídicas;
2. Serviços de Limpeza, Conservação, Segurança, Vigilância e Locação de Mão-de-obra;
3. Mediação de Negócios, Propaganda e publicidade;
4. Prestação de Serviços de assessoria creditícia, mercadológica, gestão de crédito, seleção de
riscos, administração de contas a pagar e a receber (empresas de FACTORING) – a partir de
janeiro/2004;
5. Pagamento a cooperativas de trabalho;
6. Dispensa de retenção;
7. IRRF retido e não recolhido. Responsabilidade e Penalidade;
8. Comprovantes de rendimentos pagos.

NORMAS APLICÁVEIS A RETENÇÕES DE TRIBUTOS aos órgãos da administração
federal direta, as autarquias, as fundações federais, as empresas públicas, as sociedades de
economia mista e as demais entidades em que a União, direta ou indiretamente detenha a
maioria do capital social sujeito a voto, e que recebam recursos do Tesouro Nacional e estejam
obrigadas a registrar sua execução orçamentária e financeira no Sistema Integrado de
Administração Financeira do Governo Federal (Instrução Normativa RFB no 1.234/12).

1. Normas Gerais de Retenção
RETENÇÕES DO INSS (Instrução Normativa no971/2009, alterada pela Instrução
Normativa RFB no 980, de 17 de dezembro de 2009 e Instrução Normativa RFB no 1.027, de
22 de abril de 2010).

1. Serviços Sujeitos á retenção;
2. Conceitos básicos sobre a retenção (cessão de mão-de-obra, dependências de terceiros, contrato,empreitada, etc.);
3. Base de cálculo para fins de retenção
4. Deduções da base de cálculo
5. Dispensa de retenção
6. Análise completa e detalhada da Instrução Normativa no971/2009 e suas alterações.
7. Tratamento dispensado às cooperativas de trabalho e às empresas enquadradas no SIMPLESNACIONAL
8. Obrigações acessórias das contratantes e das contratadas de serviços sujeitos à retenção
9. Normas referentes à restituição ou compensação dos valores retidos
10. Exercício prático abordando os vários aspectos relacionados à matéria estudada.

NORMAS APLICÁVEIS À RETENÇÃO DO ISS (Com base na Lei Complementar 116/03)
1. Base constitucional e legal do ISS
2. Alíquotas máxima e mínima
3. Fato Gerador
4. Contribuintes do ISSAguiar ConsultoriaCRC-SE
5. Base de cálculo
6. Local da Prestação do Serviço para fins de retenção
7. O sujeito passivo por substituição tributária
8. Prazos e forma de recolhimento
9. Nova lista de serviços
10. Serviços sujeitos a substituição tributária
11. Obrigações acessórias

NORMAS APLICÁVEIS À RETENÇÃO DO PIS, COFINS E CSL (Lei n°10.833/03, alterada
pelas Leis no 11.196/05 e no 11.727/07).
1. Prestação de serviços sujeitos à retenção
2. Pessoas jurídicas não sujeitas às novas regras
3. Momento da retenção
4. Percentuais aplicáveis
5. Tratamento em relação a isenção de uma ou mais contribuições
6. Possibilidade de compensação de créditos do PIS e COFINS com outros tributos federais
7. Nova data do recolhimento
8. Códigos de recolhimento

09/05/2016 - Palestra sobre Consolidação do Refiz Previdenciário

 

 

 

23/04/2016 - Caminhada Contábil 2016


20/04/2016 - Palestra - Declaração do Imposto de Renda 2016 - Esclareça suas dúvidas!
19/04/2016 - Palestra - As principais mudanças nos processos de registro da Jucese


18/04/2016 - Palestra - As principais mudanças na Legislação do ICMS


22/03/2016 - Curso sobre Imposto de Renda Pessoa Física - Estância


11/03/2016 - Curso sobre Imposto de Renda Pessoa Física - Aracaju


09/06/2016 a 10/03/2016 - Curso sobre SPED - EFD em Estância

 

Conteúdo Programático
 - O que é SPED;
- Obrigatoriedade;
- CFOP;
- CST;
- Cadastro de produtos;
- Cadastro de item;
- Escrituração de notas de entrada e saída;
- Apuração de ICMS.

ATENÇÃO: Os certificados ficarão disponíveis no site até 15 dias depois de ocorrido o curso.

08/03/2016 - Curso sobre Imposto de Renda Pessoa Física - Itabaiana e Lagarto


05/03/2016 - 12° Fórum da Mulher Contabilista de Sergipe


04/03/2016 - Curso sobre Imposto de Renda Pessoa Física - Aracaju


29/02/2016 - Curso sobre SPED - EFD em Itabaiana




 Conteúdo Programático 
 - O que é SPED;
- Obrigatoriedade;
- CFOP;
- CST;
- Cadastro de produtos;
- Cadastro de item;
- Escrituração de notas de entrada e saída;
- Apuração de ICMS.
24/02/2016 a 26/02/2016 - I Fórum Sergipano de Perícia Contábil

Investimento

Profissional Regular ao CRC e profissional filiado à APEJESE: R$ 150,00
Estudantes: R$ 100,00
Outros: R$ 230,00

12/02/2016 - Curso sobre SPED EFD



Conteúdo Programático
 
- O que é SPED;
- Obrigatoriedade;
- CFOP;
- CST;
- Cadastro de produtos;
- Cadastro de item;
- Escrituração de notas de entrada e saída;
- Apuração de ICMS.
11/02/2016 - Curso sobre DIRF 2016
http://www2.cfc.org.br/sisweb/SGEWebSgi/View/User/login.aspx



PROGRAMA DO CURSO DE DIRF 2016


OBJETIVO
Analisar, de forma prática e objetiva, as regras estabelecidas para a retenção de IRRF, PIS/Pasep, Cofins e CSLL na contratação de serviços de terceiros, o IRRF sobre o trabalho assalariado e o correto preenchimento da DIRF, onde serão analisadas detalhadamente todas as pastas e fichas que compõem o programa fornecido pela Receita Federal do Brasil.
O curso será desenvolvido de forma prática com desenvolvimento de exercícios e o preenchimento das respectivas fichas da DIRF.
Com base na Instrução Normativa da Receita Federal do Brasil nº 1.587/15, a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte ? DIRF relativa ao ano-calendário de 2015 deverá se entregue até o dia 29/02/2016.
Público-alvo
Empresas Privadas em Geral, Órgãos Públicos, Sociedades de Economia Mista e Entidades Imunes e Isentas: Contabilistas, encarregados e assistentes do departamento de pessoal, contábil e fiscal, financeiro, administrativo e demais profissionais envolvidos com a matéria.
Retenção do IR - Imposto de Renda na Fonte
Rendimentos do trabalho assalariado
Serviços tomados de pessoas físicas (autônomos)
Serviços tomados de pessoas jurídicas tais como: Serviços de limpeza, conservação, segurança, vigilância e locação de mão-de-obra, Comissões, propaganda e publicidade, etc.
Pagamentos a cooperativas do trabalho
Os limites para a retenção do IRRF
Procedimentos para o recolhimento
 Retenção das contribuições (PIS-Pasep/Cofins/CSLL)
Serviços sujeitos à retenção
Análise da lista dos serviços sujeitos à retenção
As empresas tomadoras dispensadas de realizar a retenção
As empresas prestadoras dispensadas de sofrer a retenção
Retenção pelos Órgãos Públicos
 O percentual de retenção e os casos específicos para desdobramento das alíquotas
Os procedimentos a serem adotados pelo prestador na emissão da nota fiscal
Tratamento na compensação dos valores retidos
Prestadoras amparadas por medida judicial
 O comprovante anual de retenção das contribuições
Os limites para retenção das contribuições sociais



Preenchimento da DIRF
Quem está obrigado a apresentar e quem está dispensado de apresentar
Prazo para a entrega
As penalidades pela não-entrega no prazo legal
Cuidados que devem ser tomados no preenchimento das fichas
Quais os rendimentos que devem ser informados na DIRF
Como informar as retenções do IRRF e as contribuições relativas à CSLL, PIS/Pasep e Cofins
Compensação por medida judicial
Preenchimento pelos órgãos, autarquias e Fundações da Administração Pública
 Ficha beneficiários pessoas físicas e pessoas jurídicas
Declaração retificadora
Cruzamento das informações
Cruzamento da DIRF com a DIPF
Cruzamento da DIRF com a ECF
Cruzamento da DIRF com o EDF-CONTRIBUIÇÕES
Cruzamento da DIRF com a DCTF
Cruzamento da DIRF com a DMED

Casos Práticos

? Serão apresentados casos práticos sobre situações atuais com o objetivo de melhor assimilação do conteúdo apresentado.
01/02/2016 a 02/02/2016 - Curso Contabilidade na Prática ? LAGARTO
 
Conteúdo Programático

1. PLANO DE CONTAS
1.1 Estrutura
1.2 Grupos de Contas
1.3 Modelos

2. PRÁTICA DE ESCRITURAÇÃO
2.1 Escrituração da subscrição/integralização de capital
2.2 Escrituração das operações fiscais
2.2.1 serviços tomados e aquisições de mercadorias com incidência de tributos não recuperáveis
            2.2.2 receitas com revendas de mercadorias
            2.2.3 receitas com prestações de serviços
            2.2.4 apuração do ISS Normal e substituição tributária
            2.2.5 apuração do ICMS Normal
          
2.2.6 apuração do PIS e da COFINS pela Não Cumulatividade
            2.2.7 apuração do IRPJ e CSLL ? Lucro Real
2.3 Escrituração das transações relativas às imobilizações
2.4 Escrituração do disponível
            2.4.1 caixa e bancos
            2.4.2 aplicações financeiras
2.4 Escrituração das transações na área de Departamento Pessoal
            2.4.1 provisões de natureza trabalhistas
            2.4.2 folha de pagamento e encargos sociais
            2.4.3    férias
            2.4.4 décimo terceiro
            2.4.5 pró-labore
2.5 Escrituração das despesas gerais
2.6 Escrituração do custo das vendas
2.7 Escrituração do encerramento do exercício social
2.9 Escrituração da destinação do resultado

3. DESMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
3.1 Balancete de Verificação
3.2 Demonstração do Resultado do Exercício
3.3 Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados
3.4 Balanço Patrimonial
3.5 Demonstração dos Fluxos de Caixa

4. Escrituração Contábil Digital
4.1 Obrigatoriedade
4.2 Prazos para apresentação
4.3 Livros abrangidos
4.4 Substituição do livro digital transmitido
4.5 Assinaturas e outras considerações
4.6 Plano de contas referencial
4.7 Penalidades
4.8 Geração do arquivo para validação e verificação no PVA

29/01/2016 a 30/01/2016 - Curso Contabilidade na Prática - ARACAJU
 
Conteúdo Programático

1. PLANO DE CONTAS
1.1 Estrutura
1.2 Grupos de Contas
1.3 Modelos

2. PRÁTICA DE ESCRITURAÇÃO
2.1 Escrituração da subscrição/integralização de capital
2.2 Escrituração das operações fiscais
2.2.1 serviços tomados e aquisições de mercadorias com incidência de tributos não recuperáveis
            2.2.2 receitas com revendas de mercadorias
            2.2.3 receitas com prestações de serviços
            2.2.4 apuração do ISS Normal e substituição tributária
            2.2.5 apuração do ICMS Normal
          
2.2.6 apuração do PIS e da COFINS pela Não Cumulatividade
            2.2.7 apuração do IRPJ e CSLL ? Lucro Real
2.3 Escrituração das transações relativas às imobilizações
2.4 Escrituração do disponível
            2.4.1 caixa e bancos
            2.4.2 aplicações financeiras
2.4 Escrituração das transações na área de Departamento Pessoal
            2.4.1 provisões de natureza trabalhistas
            2.4.2 folha de pagamento e encargos sociais
            2.4.3    férias
            2.4.4 décimo terceiro
            2.4.5 pró-labore
2.5 Escrituração das despesas gerais
2.6 Escrituração do custo das vendas
2.7 Escrituração do encerramento do exercício social
2.9 Escrituração da destinação do resultado

3. DESMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS
3.1 Balancete de Verificação
3.2 Demonstração do Resultado do Exercício
3.3 Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados
3.4 Balanço Patrimonial
3.5 Demonstração dos Fluxos de Caixa

4. Escrituração Contábil Digital
4.1 Obrigatoriedade
4.2 Prazos para apresentação
4.3 Livros abrangidos
4.4 Substituição do livro digital transmitido
4.5 Assinaturas e outras considerações
4.6 Plano de contas referencial
4.7 Penalidades
4.8 Geração do arquivo para validação e verificação no PVA

26/01/2016 - Curso sobre Preenchimento da DCTF em Itabaiana

http://www2.cfc.org.br/sisweb/SGEWebSgi/View/User/login.aspx

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
Obrigatoriedade (novas determinações)
Dispensa de apresentação da DCTF
Conceito e Entrega da Declaração
Formas de apresentação
Prazo de apresentação
Penalidades e Acréscimos legais
Tratamento dos Dados Informados
Retificação da DCTF
Conteúdo do Programa
Abertura de Nova Declaração

PASTA - CADASTRO
- Ficha Dados Iniciais
- Ficha Dados Cadastrais
- Ficha Dados dos Responsáveis pela Pessoa Jurídica

PASTA - DÉBITOS / CRÉDITOS
- Débitos (inclusão)
- Ficha ? Valor do débito
- Ficha ? Pagamentos
- Ficha ? Compensação de Pagamento Indevido ou a Maior
- Ficha ? Dedução com Darf
- Ficha ? Outras Compensações
- Ficha ? Parcelamento
- Ficha ? Suspensão
- Ficha ? Demonstrativa do Saldo a Pagar do Débito

PASTA ? TRIMESTRE ANTERIOR
- Débitos/Créditos do Trimestre Anterior (inclusão)
- Ficha ? Valor do débito
- Ficha ? Pagamentos
- Ficha ? Compensação de Pagamento Indevido ou a Maior
- Ficha ? Outras Compensações
- Ficha ? Suspensão
- Ficha ? Demonstrativa do Saldo a Pagar em Quotas
- Ficha ? Quotas (inclusão)
- Ficha ? Demonstrativa do Saldo do Débito
- Ficha ? Parcelamento
- Ficha ? Demonstrativa do Saldo a Pagar do Débito
25/01/2016 - Curso sobre Preenchimento da DCFT em Aracaju
http://www2.cfc.org.br/sisweb/SGEWebSgi/View/User/login.aspx

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

? Obrigatoriedade (novas determinações)
? Dispensa de apresentação da DCTF
? Conceito e Entrega da Declaração
? Formas de apresentação
? Prazo de apresentação
? Penalidades e Acréscimos legais
? Tratamento dos Dados Informados
? Retificação da DCTF
? Conteúdo do Programa
? Abertura de Nova Declaração

PASTA - CADASTRO
- Ficha Dados Iniciais
- Ficha Dados Cadastrais
- Ficha Dados dos Responsáveis pela Pessoa Jurídica

PASTA - DÉBITOS / CRÉDITOS
- Débitos (inclusão)
- Ficha ? Valor do débito
- Ficha ? Pagamentos
- Ficha ? Compensação de Pagamento Indevido ou a Maior
- Ficha ? Dedução com Darf
- Ficha ? Outras Compensações
- Ficha ? Parcelamento
- Ficha ? Suspensão
- Ficha ? Demonstrativa do Saldo a Pagar do Débito

PASTA ? TRIMESTRE ANTERIOR
- Débitos/Créditos do Trimestre Anterior (inclusão)
- Ficha ? Valor do débito
- Ficha ? Pagamentos
- Ficha ? Compensação de Pagamento Indevido ou a Maior
- Ficha ? Outras Compensações
- Ficha ? Suspensão
- Ficha ? Demonstrativa do Saldo a Pagar em Quotas
- Ficha ? Quotas (inclusão)
- Ficha ? Demonstrativa do Saldo do Débito
- Ficha ? Parcelamento
- Ficha ? Demonstrativa do Saldo a Pagar do Débito