NOTÍCIAS

08/05/2019

Em reunião com o CRCSE e Sescap/SE, Jucese reforça a necessidade da compensação das taxas para protocolar processos

A pedido do Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe (CRCSE) e do Sindicato das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e das Empresas de Serviços Contábeis (Sescap/SE), a Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese) reforça entre os seus usuários que os processos somente podem ser protocolados na autarquia mediante a apresentação da taxa devidamente paga e compensada pelo sistema bancário, conforme nota informativa publicada no dia 17 de abril.

Em reunião realizada nesta terça-feira, 7, na sede da autarquia, o presidente da Jucese, Marco Freitas, explicou aos representantes do CRCSE e do Sescap/SE que a medida visa combater fraudes e segue o padrão de outras instituições públicas, como a Receita Federal do Brasil.

Conforme exposto no sistema do Portal de Serviços Agiliza Sergipe (www.agiliza.se.gov.br) -seção "GERAR TAXAS" -, os usuários podem efetuar pagamento das taxas da Jucese em quaisquer bancos. Contudo, a compensação bancária do Banese ocorre em até 24 horas; já de outras instituições bancárias ocorre em até 72 horas.

 

PARTICIPANTES DA REUNIÃO

Participaram da reunião o presidente da Jucese, Marco Freitas; o secretário-geral da autarquia, Alex Souza; o presidente do CRCSE, Vanderson Mélo; os representantes do CRCSE no Colégio de Vogais da Jucese, Rogério Teles e Ionas Mariano; a presidente do Sescap/SE, a também vogal Gleide Selma Santos; e a diretora Institucional do Sescap/SE, Salete Leite.

 

ASCOM/JUCESE